quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Arrasando no Rio de Janeiro

A história que vou contar para vocês hoje, aconteceu em meados de agosto passado, eu estava em casa na internet, quando entrou a namorada da minha amiga e disse que elas estavam no Rio, eu 'NO RIOOO? COMO ASSIM? EU QUERO!' quando elas falaram que estavam no Rio com a minha mais mega best friend, ai que eu pirei mesmo, 'VOU PRAÍ AGOOOORA!' dito e feito, não demorou nem 24 horas eu estava chegando naquela cidade maravilhosa, minhas amigas me buscaram e fomos para a casa de uma amiga da minha best 'Mel', chegamos lá e estava um pouco chuvoso, então ficamos em casa jogando um clássico buraquinho e já combinando o que fariamos naquele final de semana... na noite anterior as meninas já tinham ido para a buatchy e estavam mega dobradas e cansadas, mas como eu cheguei toda animada, elas já animaram de dar um close mais uma noite, fomos no supermercado e já compramos várias bebedenhas e etc, o 'etc' inclui uma bola da Barbie e quase 1kg de castanha (que comemos o final de semana inteiro, enquanto jogavamos buraco), sem contar o tanto de salsicha (uí!) enfim, depois daquele cochilinho, começamos a fazer a fila pro banho, que não estava muito favorecido já que o chuveiro estava estragado e não saia quase nada de água, literalmente a casa das 7 mulheres, então imagina a confusão para tomar banho e se arrumar, era uma pegando roupa da outra, pedindo opinião... resolvi ir com uma blusa que tinha acabado de comprar, mas ainda não tinha experimentado com os meus tops, então acabei não levando nenhum para o Rio, perguntei minhas amigas se alguma delas tinha um preto pra eu usar com aquela blusa, prontamente a namorada da minha amiga me esticou um azul escuro e um preto, experimentei um e ficou muito apertado e o outro ficou ótimo, pronto! estava ótima para badalar, linda, feminina, só na make e no saltão, olhei para o espelho aquela noite e pensei "E HOJE!", algumas amigas foram na frente, pois estavamos em um só carro, fiquei esperando um pouco e resolvi ir depois, cheguei na boate e senti que os olhares estavam voltados para mim, estava com o ego em alta e estava adorando tudo aquilo, apesar de já no começo não encontrar muitas mulheres bonitas, fui entrando com minhas amigas e comecei a avistar, uma, duas, três, perdi as contas, quanta mulher bonita, quanta mulher sarada, quanta mulher sensual, tinha algumas com aquele charme que só as cariocas tem, aquela carinha que AI AI AI... na boate tinha uma sinuca e minha amiga Mel (minha best) tava querendo jogar, depois de dançar bastante, dar uns fora, conversar um pouco com algumas meninas, mas não rolar aquele climax... eu resolvi descer e jogar uma partidinha, quem sabe lá na sinuca eu encontraria algo que me agradasse não é mesmo?! rs já cheguei sensualizando uma que estava na pixxxta, loira, gatissima... o que era aquilo?! Aquele olhar doce, mas eu não chegava e ela não chegava, minha amiga ali na sinuca comigo nem notando, mais interessada em jogar... e eu lá, sensualizando... mãããããããs de repente... algo quase me desmaia, um fubá, UM FUBÁÁÁ... UMA SUBACA!!! Que não era humano aquilo, parecia um gás que jogaram pra desmaiar todas as sapatão da boate... olhei para os lados pra tentar avistar quem estava com aquela bomba atômica de baixo dos braços, vi uma menina encostada e já sai de perto, dei uma volta na sinuca e o ventilador também não ajudava muito, onde eu ia aquele fubá ia atras de mim, rodei toda a sinuca e sem explicar minha amiga, larguei o taco e sai dali mais que correndo para o bar (Sim, minha amiga pensou que eu estava com raiva dela, porque ela bebeu um pouco e estava me sensualizando!!!) mas, não era aquele o motivo, fui pro balcão e aquela subaca me acompanhou, pensei "QUEM? COMO? SAI!", comecei a subir as escadas e a subaca atras... seguida da minha amiga que não entendeu nada e me acompanhou, procurei imediatamente o banheiro, não estava mais aguentando aquele odor, comecei a olhar para todas as mulheres que estavam perto de mim, queria descobrir de qual delas vinha aquela subaca... pra eu correr o mais rapido possivel, pois tenho horror a cêcê! Chegando no banheiro, fui entrando e trancando a porta... depois de perceber que aquela subaca não me abandonava, resolvi cheirar meu braço... pensei: 'pode ser que quando eu estava dançando, eu dei uma braçada em uma subacuda e o cêcê impregnou!'... infelizmente eu estava enganada, nada no braço, nada nas mãos, cherei o suvaco esquerdo e nada, quando cheirei o direito quase desmaiei, ERA MINHA AQUELA SUBACA... MINHA GENTE, SIM... ERA MINHA!!! A primeira coisa que eu fiz foi travar o braço direito, tava parecendo que tinha problema nele, ele não se movia nem pra pegar a comanda no bolso, tava igual bonecão de Olinda, dançando e correndo de todas as mulheres que me olhavam ou eu pensava 'Tão sentindo minha subaca!!!' ou 'Vão chegar, vão chegar e sentir!' kkkkkkkkkkk quando vi a namorada da minha amiga, peguei ela pelo braço (com o braço esquerdo é claro porque não estava podendo fazer muitos esforços com o direito), levei ela pro banheiro e disse 'Nossa, to numa subaca e tenho certeza que é seu top que me fez isso...' ai ela rindo disse: 'ah, você pegou o preto? eu treinei com ele a semana passada toda!' NOOOOOSSA... EU FIQUEI MUITO PUTA... olhem só amigues, eu querendo arrasar no Rio de Janeiro e fico arrasada desse jeito, acabou minha noite, até a menina que fui simpatica com ela no começo eu fingi que não vi quando ela pegou no meu braço, se eu tivesse deixado ela puxar meu braço eu desmaiava o moreno que tava do lado dela, eu tava uma arma aquele dia, poderia desmaiar quem eu quisesse, inclusive eu mesma! kkkkkkkkkk
Foi terrivel, ficadica meninas... nunca peguem o top ou sutiã da amigue... mesmo ela sendo limpinha, ela pode ter esquecido que usou o mesmo durante 7 dias seguidos... evite ter uma SUBACA BOMBA!! Você pode! hahahahahaha

Eu fico por aqui, SUBACA NUNCA MAIS... depois do dia da subaca... meu ego caiu tanto que não sensualizei mais... queria só ficar em casa jogando buraco...

Um beijo geladinho pra amiga Mel, que com certeza vai ler aqui e rir bastante lembrando do meu desespero! haha

Bê.